ÁREA RESERVADA(iniciar sessão)
UtilizadorRegistar Entrar
Associação Desportiva Entrar
Home / Programas Municipais / Famalicão Trilhos / Caminhada Concelhia

10ª Caminhada Concelhia

De traçado circular o PR10 percorre as terras de Seide S. Miguel, Seide S. Paio, Abade de Vermoim, Lagoa, Avidos, Bente e Landim. Trata-se de um percurso maioritariamente marcado pelo alcatrão, com alguns troços de calçada e terra batida, estende-se por cerca de 14 quilómetros, de fácil transposição, pejados de cantos, recantos dignos de interesse e de histórias de Camilo Castelo Branco.

Com início no parque de Seide S. Miguel, junto ao Centro de Estudos Camilianos e à sede da Junta, outrora casa do filho do escritor, o percurso ruma a Norte tomando a primeira rua à esquerda. Percorrendo o casario, vira-se à direita, para a rua da Seara, que nos conduz à rua da Tapada e de seguida, à Avenida Nova que se transpõe até ao final. Espera-nos um simpático aglomerado agrícola e o cruzeiro que assinala a proximidade da igreja de S. Paio de Seide. Por uma ruela, acede-se ao templo para descer, pela rua da Agrinha e Estrada Municipal 573, à ribeira de Gerém marcada por um corredor agrícola verdejante.

No início da subida, O Solar de Pouve com seu ar majestoso relembra usos e costumes perpetuados em romances de Camilo. Contornado o Solar, por um caminho carreteiro à direita, transpõe-se a EM 573 para a rua de Pouve onde, adentrando um pequeno conjunto rural, se segue entre muros e vinhas de enforcado até à EM 573-2. Depois, junto ao cruzeiro de Abade de Vermoim, toma-se o caminho da Igreja, perpetuada nas Novelas do Minho.

Segue-se, estrada fora, até à rua da Quelha que se toma à esquerda. Em suave descida percorre-se a rua do Cabo para, perto das alminhas virar à direita, para a igreja da Lagoa e seguir, cruzando o viaduto, até ao lugar imortalizado pelo romance “A Brasileira de Prazins”. Junto à ponte inicia-se uma subida gradual até á igreja de Avidos e depois, cruzando o Parque de Lazer, descer seguindo a rua dos Castelãos, do Carvalho e o dos Moinhos até ao ponto mais baixo do percurso (54m) junto ao no rio Pele.

Transposto o rio sobe-se serpenteando por mata e campos de cultivo até Landim, com o seu imponente Mosteiro a marcar a paisagem. Os sinais da passagem e memórias de Camilo revelam-se a cada passo reavivando os registos pincelados na ficção camiliana. De Landim, o percurso segue pelo trilho da Cangosta do Estevão, com um ligeiro desvio na rua do Pregal para, continuando o caminho municipal seguir por terras de Bente até à sua igreja Paroquial. De seguida, virando à esquerda, acompanha-se a rua da Praça, até ao final.

No Caminho Municipal 1521, junto ao lugar da Lamela, rumando à esquerda, mergulha-se no vale e as suas casas senhoriais, tomando o segundo caminho à direita até à azenha de Carvalhal. Com o cenário de “Maria Moisés” como pano de fundo, reentra-se na Cangosta que nos encaminha à Casa Museu Camilo Castelo Branco e ao nosso ponto de partida.

Inscrições

As inscrições encontram-se encerradas.

Poderá inscrever-se presencialmente no local no próprio dia.

Galeria de Fotos